Entrecosto Frito com Couves

Muitas vezes estamos de tal forma habituados a determinadas associações de sabores, a determinados acompanhamentos para este ou aquele alimento, que nos custa a admitir alternativas ao hábito.
O entrecosto de porco, quando frito, é associado de imediato às migas, no Alentejo, e no resto do Sul às tirânicas batatas, quase sempre fritas, às vezes a um puré, também de batata, muito raramente a um arroz. Já no Norte, as opções são outras e passam com grande frequência pela batata cozida, em ambiente citadino e, em ambiente mais rural, por estes verdadeiros cozidos onde ao lado da batata entram as imprescindíveis couves, as cenouras, nabos, em propostas que aliam o sabores da terra a inegáveis vantagens para a qualidade da alimentação.

Ingredientes

  • Entrecosto de porco
  • Alhos
  • Louro
  • Pimentão
  • Sal e pimenta
  • Vinho branco
  • Banha (ou azeite)
  • Couves de folha verde
  • Cenouras e/ou nabos
  • Batatas

Preparação:

  1. De véspera, ou mesmo dois dias antes, parta o entrecosto em pequenos troços e faça uma vinha de alhos com alhos, louro, pimentão, sal, pimenta e vinho branco. Reserve no frigorífico.
  2. Uma hora antes da refeição, frite os pedaços de entrecosto em lume forte e na banha até alourarem, junte a vinha de alhos em que marinaram, baixe o lume e vá fazendo aquilo a que se chama fritar em vinho, com adições sucessivas de pequenas quantidades de vinho sempre que os sucos, por evaporação, estejam a ficar agarrados.
  3. A fritura demora assim cerca de uma hora ou um pouco mais, tempo durante o qual deve cozer em água e sal os legumes.
    Serve-se junto, com os legumes temperados com o delicioso molho da fritura da carne.

Fonte original todos os direitos reservados a: https://outrascomidas.blogspot.pt